Opiniões, Valores e Princípios:

É uma época ruim para se confundir.
Em um período de crise e incerteza, é um momento muito ruim para se confundir sobre as bases, nas quais nossas decisões são tomadas. Em tempo de crise, uma mente esclarecida é poderosa para nos livrar de perdas. De fato, a maioria das crises sociais é causada por um grande número de pessoas – “especialmente líderes perdidos” quanto a opiniões, valores e princípios. Podemos resumir isso da seguinte forma.
Em primeiro lugar, as opiniões das pessoas costumam estar embasadas em preferências, “sentimentos”, “fatos” ou condicionamento inconsciente da vida pelo ambiental. Os sentimentos são altamente subjetivos e baseados em preferências emocionais ou opiniões intuitivas que evitam análises lógicas ou racionais. Podem, em alguns casos, produzir respostas apropriadas, mas elas praticamente nunca produzem políticas informativas, a menos que suas origens objetivas sejam traduzidas em uma forma mais racional.
Em segundo lugar, os valores são preferências pessoais codificadas que raramente são baseadas em princípios, como veremos em breve. Os valores podem alegar estar “certos” ou serem virtuosos, mas eles não podem ou nunca devem pretender ser verdadeiros para os outros. Todos nós temos valores subjetivos – preferências que são consciente ou inconscientemente desenvolvidas. Valores não podem reivindicar status universal. Estes também permanecem na categoria de subjetividade, mesmo que sejam valores piedosos e bem intencionados.
Em terceiro lugar, temos princípios. Os princípios nos dão uma base que nem as opiniões nem os valores podem legitimamente dar. Os princípios criam resultados lógicos e empíricos. Os princípios operam nos domínios da lógica científica-matemática, no domínio do comportamento social e das construções sociais. As Constituições são ou deveriam ser baseadas em princípios de causa e efeito, ao invés de valores subjetivos ou opiniões.
As Escrituras, Antigo e Novo Testamento, são registros dos princípios de Deus e não Suas opiniões ou valores. Embora a existência de Deus neste reino temporal não possa ser provada, Seus princípios são manifestados diariamente. Aplicar ou desafiar os princípios de Deus nos negócios traz resultados no curto prazo. Nossa nação e as nações não precisam de mais opiniões ou valores. Elas precisam de princípios claramente definidos e referenciados pela realidade. Esta é a moeda dos verdadeiros contadores, homens e mulheres estadistas, aqueles que nos guiarão através de nossos atuais dilemas. Um elogio por opiniões e valores e três “Vivas” por princípios.
Por Dennis Peacoke.

INÍCIO DE AULAS ·  ESCOLA DE NEGÓCIOS

Se você atua no mundo dos negócios, nas artes ou no governo civil ou é um emprendedor, este curso irá ajudálo a exercer sua fé ali. Aplicando princípios práticos do Reino de Deus e aumentando seu nível de eficácia e INFLUÊNCIA!

 

Inicio das aulas: R$70
Mensalidade: R$70 – Membros da mesma família adicional de R$50
Duração curso: 6 meses. / Material de apoio: Livro: R$25  | Apostila: R$25  | Kit audios: R$10
Lugar: Igreja VERBO Recreio – Rua Giocondo Dias, 96 – Barra Bonita.
Inscrições e mais informações: (21) 3417-7969